Jack3d USP Labs – Efeitos colaterais e efeitos positivos

Jack3d – Quais os efeitos antes, durante e após o treino?

Jack3d efeitos

Jack3d fórmula antiga com DMAA

Fazendo algumas buscas pelo Google, acabamos encontrando muitas resenhas sobre o suplemento pré-treino Jack3d USP Labs. Aqui mesmo no ComoMalhar.com.br fiz um review completo sobre o Jack3d e todas as suas versões. Para saber se é bom, preço, onde comprar, benefícios, como tomar, se funciona, efeitos e muito mais, clique no link abaixo.

Clique e confira o review e análise completa do Jack3d USP Labs

O Jack3d foi lançado por volta de 2010 como um pré-treino que revolucionou a indústria da suplementação e também trouxe muitas polêmicas pelo seu uso.

Surgiram várias pessoas relatando mal estar e inclusive mortes associadas ao uso do Jack3d, por causa de uma de suas substâncias, que após estes episódios ficou amplamente conhecida em todo mundo, e estou falando da Dimetilamilamina ou DMAA.

Com o intuito de elaborar um breve, mas confiável relato sobre a utilização desse produto, foi feita uma relação das reações do corpo antes, durante e após o treino. Mais abaixo debato sobre os efeitos colaterais, mostrando os casos mais famosos e também sobre os efeitos positivos.

Características do atleta:

Peso do atleta: 79kg
Altura: 1,86m
Dias de treino: segunda, terça, quarta, quinta e sexta.
Dias de descanso: sábado e domingo
Período de teste: 13 dias.

Ingestão do Jack3d USP Labs:

Dosagem ingerida: 5mg – 200 ml de água gelada

Efeitos sentidos

Antes do treino
• Corpo quente
• Rosto, mãos e braços pinicando
• Euforia
• Leve diarreia

Durante o treino
• Disposição
• Inquietude
• Quase sem nenhuma fadiga muscular
• Pequena pressão na região do tórax
• Transpiração excessiva
• Aumento na frequência cardíaca

Após o treino
• Disposição
• Ansiedade
• Diarreia
• Leve depressão 2h (duas horas) após o treino

Bem, sabemos que as pessoas são heterogêneas, então as reações podem variar de pessoa para pessoa.

Onde comprar

Comprar Jack3d - Monster Suplementos

Leia também: Creatina Universal – A melhor? Veja se é boa e qual o preço

Jack3d efeitos positivos

  • Aumento do foco mental
  • Aumento de energia
  • Redução da fadiga
  • Aumento de força
  • Auxilia no aumento de massa muscular

Jack3d efeitos colaterais

  • Náuseas
  • Dor de cabeça
  • Tontura
  • Diarreia
  • Aumento da frequência cardíaca
  • Insônia
  • Irritabilidade
  • Agressividade
  • Euforia
  • Vertigem
  • Depressão
  • Dependência
  • Confusão mental
  • Ansiedade

Contraindicação do Jack3d

whey protein comprar Não é aconselhado o uso do Jack3d por cardiopatas, ou pessoas que sofram de hipertensão e qualquer outra doença relacionada ao sistema cardiovascular e cerebral.

Pessoas que sofrem de depressão também não é aconselhado o uso pois pode agravar o problema. Portadores de doenças ou complicações hepáticas ou que tenha algum problema nos rins, deve evitar o consumo do pré-treino.

Jamais deve-se misturar o Jack3d com álcool, nem deve ser tomado por pessoas que estejam fazendo o uso de medicamentos para disfunção erétil e também não deve ser usado por grávidas ou mulheres que estejam amamentando.

Deve-se seguir as recomendações de uso, não ultrapassando a dosagem recomendada, nem associar o uso do Jack3d com outras substâncias estimulantes. Deve-se seguir uma dieta e treinos corretos para obter proveito do pré-treino e conseguir aumentar a massa muscular.

Jack3d e o caso no Brasil

Wilson Sampaio Jack3d

Pais de Wilson Sampaio

Aqui no Brasil no dia 05 de maio de 2011, Wilson Sampaio Júnior de 18 anos que morava em Recife, foi encontrado inconsciente no banheiro de casa, foi levado as pressas ao hospital mas já chegou morto. Nos exames foi constatado que o jovem teve um problema nos pulmões, que teria causado um choque circulatório, ocasionando sua morte.

No entanto a família de Wilson relatou ao hospital e aos médicos que seu filho era saudável e não tinha doenças, no entanto associou a morte de Wilson ao Jack3d. A família chegou a essa conclusão pois o filho estava usando o suplemento a cerca de 1 mês com o objetivo de ganhar massa, sendo que o pré-treino tinha sido indicado pelo seu professor na academia em Boa Viagem.

O pai de Wilson diz em entrevista que o filho comprou o Jack3d na mão do instrutor, em sua própria academia. É importante ressaltar que a versão que era vendida na época era a University Studied, ou a primeira versão de Jack3d que continha DMAA.

Na época a mídia caiu em cima matando a indústria de suplementação por causa do Jack3d, visto que seus argumentos eram que ele não era liberado pela Anvisa.

No entanto em 2012 o IC (Instituto de Criminalística) e o IMC (Instituto de Medicina Legal) não confirmaram que a morte de Wilson tenha sido associada ao Jack3d.

Só que não foi falado como o jovem utilizava o pré-treino e nem como andava sua alimentação e muito menos se utilizava outras substâncias, isso deu margem para a Anvisa impedir a venda de outros suplementos parecidos, como o Lipo 6, OxyELITE Pro, Hemo Rage e outros.

Leia também: USP Labs – Suplementos, reviews e análises

Jack3d no Repórter Record

O caso foi tão usado pela mídia para prejudicar a imagem da suplementação que até saiu uma reportagem exclusiva na Record com nada menos que Marcelo Rezende, que começa a “reportagem” com aquelas frases à la Pedro Bial em dia de eliminação. Inclusive na reportagem exibida, o repórter Jairo Bastos antes de entrevistar os pais de Wilson diz a seguinte frase:

“Desde a morte do Will no início deste ano, os pais passaram por uma longa batalha agora para defender a ideia que suplemento alimentar faz mal e que não deve ser comercializado“.

A mídia sempre tentou criminalizar o mercado da suplementação e do bodybuilding sempre com os mesmos argumentos pautados em cima destes tipos de caso. Primeiro ponto é que falar sobre este assunto gera polêmica, o que a TV não vive sem e outro ponto e o mais importante foi que com a venda dos suplementos em alta, as outras empresa que vendiam “shakes milagrosos” e outros tipos de substitutos de refeição, perderiam uma fatia do mercado, e isso era prejudicial para alguns empresários.

No fim das contas, muitos pais proibiram seus filhos de usarem qualquer suplemento, mesmo que não tivesse substâncias estimulantes, por conta da mídia que sempre criminalizou o mercado de suplementação e o bodybuilding.


Anvisa Libera o Jack3d

No ano de 2013 quando a USP Labs já tinha tirado de circulação os suplementos com DMAA, a Anvisa aprova uma “versão nacional” do Jack3d Advanced Formula que foi digamos…muito ruim para não dizer palavras de baixo calão.

Na versão nacional do Jack3d constam os seguintes ingredientes:

  • Laranja amarga
  • Beterraba
  • Chá verde
  • Mate
  • Guaraná
  • Feno Grego
  • Açafrão
  • Alecrim

Esta versão é quase uma cesta na feira com hortaliças de tão fraca que é, sendo vendida pelo mesmo preço da versão importada que continha realmente substâncias que potencializam o treino.

Na versão importada do Jack3d Advanced Formula estavam presentes os seguintes ingredientes:

  • Creatina Monhidratada
  • Creatina Anidra
  • Arginina
  • Pinus Pinaster
  • Yohimbe
  • Norcoclaurine HCl
  • Swertia Chirayita
  • Cafeína
  • Vitamina C

É nítida a diferença entre ambos não tendo a menor chance de comparar a versão brasileira com a importada. Fizeram a mesma coisa com o OxyElite Pro, Lipo 6, Hemo Rage e outros tantos suplementos importados que ganharam versão nacional.

É preciso que os consumidores e clientes pesquisem para terem ciência que a versão nacional de um suplemento é a mais fraca possível devido a Anvisa não aprovar substâncias não estudadas por aqui, e sendo que pagaram o mesmo preço da versão importada, acreditando que a versão liberada pela Anvisa vai surtir os mesmo efeitos da versão importada.

Por isso muita gente compra a versão nacional e julga falando que o pré-treino é ruim ou que não sentiu nada, que fica claro o porque de não sentir nada ao ver sua informação nutricional e perceber que esta versão brasileira é uma piada de mal gosto.

Para saber mais sobre todas as versões do Jack3d USP Labs e seus ingredientes, clique no link no início do post.

Jack3d e o caso da maratonista em Londres

Claire Squires Jack3d

Claire Squires

No início de 2013 foi divulgado inclusive no jornal britânico The Guardian que o uso de Jack3d tinha sido a possível causa da morte da corredora Claire Squires, que corria a maratona de Londres 2012.

Segundo a reportagem do The Guardian, Claire teria usado uma dose única do Jack3d para correr a maratona, que foi suficiente para causar sua parada cardíaca, que ocasionou sua morte. Cerca de 4 meses após o incidente, o pré-treino foi banido pela agência sanitária da Inglaterra.

Mais uma vez o responsável pela morte da corredora, segundo as reportagens foi o composto 1,3- dimetilamilamina, o DMAA, extraído do óleo de gerânio, que possui propriedades estimulantes fortes, podendo causar estreitamento de vias arteriais e levar a uma parada cardiorrespiratória e AVC, ocasionando possivelmente a morte.

Após este episódio com a cabeleireira, um site especializado em doenças do coração, o The Heart publicou que Claire sofria de arritmia cardíaca, que pode ter se acentuado com o uso do Jack3d e ter levado à parada cardíaca.

Jack3d e a morte de soldados durante o treino militar

Michael Sparling Jack3d

Soldado Michael L. Sparling

Surgiram também por volta de 2011-2013 casos envolvendo militares dos EUA, onde após realizarem treinamentos de rotina, acabaram tendo colapso e vieram a óbito. Nas investigações foi encontrado o composto DMAA (1,3- dimetilamilamina) no organismo dos soldados o que levou à acusação contra o Jack3d USP Labs que os soldados estavam tomando para melhorar seu rendimentos nos treinamentos militares.

Após estes acontecimentos, ficou proibido a venda suplementos com DMAA em sua composição em todas as lojas militares do país.

O primeiro caso conhecido foi do soldado Michael L. Sparling de 22 anos, que teve um ataque cardíaco enquanto estava realizando uma corrida de mais de 5Km. Foi encontrado em seu alojamento o Jack3d que continha DMAA, que foi encontrado no organismo do soldado durante  a autópsia.

Outra caso envolvendo outro soldado americano ocorreu por volta do final do mesmo ano, desta vez com 32 anos que durante um teste de aptidão física teve um colapso e veio a falecer 1 mês depois. Novamente foi feito o exame onde constatou o DMAA presente no organismo.

A partir daí foram feitos diversos estudos sobre os possíveis colaterais do DMAA em alguns indivíduos, e foi comprovado que a substância em algumas pessoas pode causar insuficiência renal, hepática, perda de consciência, convulsões, aceleração dos batimentos cardíacos e degradação muscular.

Jack3d USP Labs proibido

Com esses casos e solicitações feitas em tribunal, a FDA solicitou que o fabricante de suplementos com a substância, colocasse na embalagem de modo a facilitar a leitura, um aviso explícito dos perigos que a pessoa poderia correr de tomar aquele pré-treino ou termogênico.

Em Julho de 2011 a Agência Sanitária do Canadá estabeleceu que o DMAA não é um suplemento alimentar e sim uma droga estimulante, proibindo empresas de vender o pré-treino como suplemento.

Dezembro de 2011 o Departamento de Defesa dos EUA removeu todos os produtos contendo DMAA das lojas presentes em bases militares e inclusive as lojas da GNC, depois da morte dos 2 soldados.

Após receber mais de 40 relatórios de eventos adversos relacionados ao uso de produtos contendo DMAA, a FDA mandou cartas de aviso para 10 fabricantes de suplementos que contém DMAA em sua fórmula, avisando que eles estavam a fazer marketing desses produtos sem provar a FDA a segurança desses ingredientes.

Em Agosto de 2012 um órgão no Reino Unido equivalente a FDA, estabeleceu que o Jack3d e outros produtos contendo DMAA são produtos medicinais não licenciados, e que precisavam ser removidos do mercado pois isto era um risco à segurança pública.

Uma ação movida na justiça contra a USPlabs e seus produtos com DMAA, teve a sentença expedida, relatando que o OxyElite Pro e Jack3d eram falsamente comercializados como seguros para consumo.

Em Abril de 2013 a FDA determinou que o DMAA não poderia ser qualificado como um ingrediente de suplemento alimentar, e avisou que o estimulante poderia aumentar a pressão sanguínea, o que poderia causar ataques cardíacos e outros problemas.

Finalmente em Julho de 2013 após a FDA barrar a produção do Jack3d e OxyElite Pro, solicitou aos fabricantes que retirassem os produtos contendo DMAA do mercado e que dessem fim nos produtos. Então a USPlabs voluntariamente destruiu seus produtos contendo DMAA, o que foi estimado em 8 milhões de dólares.

Após este acontecido a USPlabs concordou em parar de produzir produtos com DMAA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *